PASEC lança livro “Histórias de Mestres e Aprendizes” no XXIX Congresso Internacional de Animação Sociocultural

Escrito por Administrador PASEC ligado . Publicado em Noticias ADN

Apresentação do LIvro Con ASC Guarda 3

A PASEC lançou mais uma obra pedagógica de alcance internacional. Tratasse do Livro “Histórias de Mestres e Aprendizes”, lançado durante o XXIX Congresso Internacional de Animação Sociocultural na Guarda perante centenas de agentes educativos de vários países. 

A obra, coordenada por Abraão Costa, é um manual atualizado sobre o Método de Simbologia Grupal, principal metodologia de ação e formação da PASEC, apoiada pelo Programa Erasmus + da União Europeia através do Projeto Method.

A Simbologia Grupal, também denominada Pedagogia Participativa Simbólica, assenta nas sinergias entre a Educação Formal e Educação Não Formal, com a Pedagogia Participativa e Educação de Pares como pano de fundo, complementada por atividades de mobilidade, projetos de associativismo juvenil e voluntariado e em constante interação com o meio e com a comunidade. Chama-se Pedagogia Participativa Simbólica porque o ponto de partida do modelo assenta num processo de aprendizagem partilhada (em que os jovens aprendizes são ao mesmo tempo tutores/atores de processos de aprendizagem) que interliga a educação formal e a não formal em processos pedagógicos significativos assentes nas vivências mais simbólicas e representativas do quotidiano dos jovens alvo do projeto.

O O XXIX Congresso de Animação Sociocultural "Construindo o Futuro", organizado pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento da Animação Soicocultural (APDASC), teve na PASEC um dos seus principais parceiros. Teve como objetivos: dar a conhecer exemplos de boas práticas do trabalho desenvolvido atualmente na Animação Sociocultural, distinguindo a inovação de vanguarda; refletir sobre os desafios do futuro da Animação Sociocultural e dos caminhos a desbravar pelos Animadores Socioculturais; proporcionar momentos de debate /mesas redondas com assuntos temáticos ligados ao futuro da Animação Sociocultural; e oferecer espaços de formação e partilha em áreas tão importantes como empreendedorismo, criatividade, inovação e boas práticas através de diversos workshops, atividades e oficinas.

Participaram no Congresso mais de 300 agentes educativos