Assembleia Internacional Juvenil

A Assembleia Internacional Juvenil é uma das atividades com marca PASEC. Começou por ser à escala europeia e evoluiu para um projeto de Lusofonia e cooperação Iberoamericana. Nasce na sequência dos projetos Nova Fórmula, desenvolvidos pela PASEC entre 2007 e 2012, que tinham como  objetivo promover a Democracia Participativa e Protagonismo Juvenil ao nível europeu. Tornou-se num fórum, que por etapas, tem passado por dezenas de países, aprofundando através das expressões artísticas e reflexão crítica as principais temáticas da atualidade com implicação direta na vida dos jovens. Já foram abordadas temáticas tão variadas como os Objetivos do Milénio, o Desemprego Jovem, as Novas Formas de Democracia, entre outros. Já tivemos participantes de quatro continentes de países tão variados como a Rússia, Brasil, Cabo Verde, Turquia, Lituânia, Angola ou Guiné Bissau. Ficam aqui as reportagens da Assembleia de 2013, 2014, 2015 e 2016.


“Pensar Global, Agir Local, Fazer Diferente” são o a principal ideia  da AIJ 2016

Delegados AIJ 2016

 

Pensar Global, Agir Local, Fazer Diferente” são a principal ideia a  reter  do documento final aprovado por todos os delegados jovens eleitos para a Assembleia  Internacional Juvenil 2016, que tem lugar em Famalicão e Alfeizerão.

Foram eleitos 40 delegados que durante 11 dias trabalharam e refletiram sobre o papel dos jovens enquanto protagonistas e futuros atores dos processos de implementação dos novos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável, a atingir até 2030.

O documento refere que 2015 foi uma oportunidade histórica e sem precedentes para reunir todos países e a população global e decidir sobre novos caminhos, melhorando a vida das pessoas em todo o globo. O mesmo refere que os países que compõem as Nações Unidas tiveram a oportunidade de adotar uma nova agenda de desenvolvimento sustentável e chegar a um acordo global sobre as mudanças climáticas. Das ações tomadas em 2015 resultaram nos novos objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS), que se baseiam nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

Os jovens reunidos na AIJ 2016, em representação dos seus grupos de trabalho, acentuaram a importância dos novos objetivos do desenvolvimento sustentável enquanto documento orientador a nível global, considerando que são ambiciosos, mas concretizáveis se pensados e forma global, embora aplicados a cada contexto respeitando as suas especificidades regionais e locais. No entanto acreditam que o processo de operacionalização tem de ser diferente, envolvendo de forma direta e concreta as populações através de programas de envolvimento social, de disseminação de resultados e troca de boas práticas.   

O documento final põe uma enfase especial no objetivo da aprendizagem ao longo da vida e no objetivo que determina um maior contributo da comunidade mundial para a sustentabilidade das atividades económicas e ambientais. Um claro investimento na sustentabilidade da atividade humana levará a mais emprego digno, e, mais importante, guardará essa possibilidade para as gerações futuras. Para terminar acrescenta que, apesar do objetivo 16 mencionar a inclusão, o grupo de delegados manifestou descontentamento pelo facto do fenómeno dos refugiados de guerra e o maior movimento migratório desde a II Guerra Mundial não estar mencionado. A AIJ 2016 – NODM 2030 foi apoiado pelo Programa Erasmus + da União Europeia e resultou de uma parceria de 5 países parceiros (Portugal, Itália, Polónia, Espanha e Brasil) e quatro países observadores, tendo conseguido envolver mais de duas mil e cem pessoas em mais de trinta iniciativas culturais e de disseminação. Ao longo deste processo foram eleitos 40 delegados que refletiram e aprovaram o documento com as conclusões finais.


 

”Todos têm de ceder para que todos possam ganhar” - Um das principais conclusões da Assembleia Internacional 2015 organizada pela PASEC

aij20152

Teve lugar no passado dia 30 de Dezembro, pelas 15h, na Casa das Artes de Famalicão, a Conferência Internacional “Millennium Checkpoint”, momento alto da Assembleia Internacional Juvenil 2015, organizada pela PASEC. O tema central de todo o certame centrou-se na concretização de uma parceria global para o desenvolvimento tendo por base os Objetivos do Milénio 2015.

Foram apresentadas as principais conclusões dos 10 dias de reflexão que incluíram mais de 40 jovens eleitos de mais de 350 jovens diretamente envolvidos. Entre as principais conclusões ressalta a ideia de que “todos os países e parceiros internacionais terão que ceder se queremos que todos ganhem e que todos possam ter um papel ativo na construção de uma sociedade mais democrática, justa e geradora de oportunidades”.

Durante a conferência, o Diretor do Instituto Português do Desporto e Juventude, Dr. Manuel Barros, referiu que a Assembleia Internacional Juvenil organizada pela PASEC é já uma referência e exemplo de boas práticas em processos de diálogo estruturado entre os jovens e os decisores políticos a nível europeu e mundial. Por sua vez, O Vereador da Juventude do Município de Famalicão, Dr. Mário Passos, referindo-se ao tema da conferência, referiu-se ao associativismo de base local como uma das ferramentas para dar forma à dimensão real que uma parceria global para o desenvolvimento exige.

Por sua vez, a Vice-Presidente da PASEC, a Dra. Stephanie Paiva, referiu que os jovens são agentes centrais na definição das principais estratégias dos novos Objetivos do Milénio para 2030, lançando desde logo a Assembleia Internacional Juvenil de 2016.

A Assembleia Internacional 2015 teve lugar entre Viana de Castelo e Famalicão, numa organização conjunta da PASEC e mais de uma dezena de parceiros nacionais e internacionais, com o apoio do Programa Erasmus + da União Europeia. Este ano foram envolvidos mais de 2500 jovens de forma indireta através do roteiro preparatório que passou por mais de 20 escolas, instituições e organizações de juventude. A AIJ 2015 começou na Turquia, Mersin, entre os dias 20 e 26 de Outubro de 2015. Seguiu-se Ericeira, e finalizou a última etapa em Viana do Castelo, Portugal.


Assembleia Internacional Juvenil 2014 apela à capacidade de cada um para ser diferente

AIJ 20143

Foi com o apelo à capacidade para cada um ser diferente que teve lugar na passada sexta, dia 26 de Dezembro, a abertura da etapa portuguesa da Assembleia Internacional Juvenil através da Conferência e Espetáculo “Os Escolhidos”, na Casa das Artes, em Famalicão.

Tendo a forma de espetáculo interativo, esta conferência serviu para apresentar os resultados do Roteiro "Escolher, Decidir e Protagonizar", que envolveu mais de 2000 jovens em 6 países. Começou por abrir com a encenação “Porquê”, que retratava as várias formas de abuso pelas quais os jovens passam durante a sua inserção no mercado de trabalho. Seguiu-se o sketch cénico “Não tenhas medo do teu poder”, sobre a capacidade que cada jovem tem para tomar nas mãos o seu próprio destino.

Os momentos cénicos fecharam com a Companhia de Teatro ADN da PASEC, com a peça “Os Escolhidos”, que retratava o pano de fundo do tema da Assembleia Internacional Juvenil de 2014, a forma como a nossa capacidade de escolher, e nos responsabilizarmos por essas escolhas, influencia as nossas vidas no emprego, na área de formação que escolhemos, na família e até no ato de não escolher.

Entre os conferencistas estiveram o Dr. Mário Passos, Vereador da Juventude do Município de Famalicão, que manifestou o seu agrado por iniciativas como esta passarem por Famalicão, realçou o trabalho da PASEC na promoção do Protagonismo Juvenil e o impacto da ação desta no terreno. Por seu lado, o Dr. Pedro Soares, Diretor do Programa Erasmus + da União Europeia, apresentou a Europa como espaço de oportunidade para todos, onde todos têm uma palavra a dizer, sobretudo os jovens. Terminou, dando os parabéns à PASEC pelo exemplo de boas práticas que é no desempenho da sua ação diária. O Dr. Manuel Barros, Diretor do Instituo Português do Desporto de Juventude da Região Norte, enfatizou o percurso das Assembleias Internacionais Juvenis, não só pelo número de jovens que envolvem, mas sobretudo pela forma como os envolvem num processo de reflexão e partilha sobre as grandes problemáticas que influenciam o seu dia a dia.

Este painel foi fechado pela Presidente da PASEC, Susana Paiva, que apelou à capacidade que cada jovem tem para ser diferente e para procurar novas respostas para os problemas de sempre. Terminou relembrando que a PASEC foi considerada pelo IPDJ como uma das melhores associações juvenis do país em termos de boas práticas associativas, tendo ficado com a segunda melhor classificação nacional no concurso promovido pelo mesmo IPDJ.

Os trabalhos continuaram entre Famalicão e Ovar sobre a coordenação do Secretário Geral da PASEC, Abraão Costa, num Intercâmbio Internacional que juntou mais de quarenta participantes de cinco nacionalidades europeias e ainda com participantes de Cabo Verde, Angola e Brasil. A Assembleia Internacional Juvenil 2014 foi apoiada pela Ação 1 do Programa Erasmus + da União Europeia.

aij20141


PASEC reclama uma nova Educação para a Diferença durante a AIJ 2013

8

A PASEC organizou entre os dias 26 e 30 Dezembro de 2013 a Assembleia Internacional Juvenil 2013/Simpósio Europeu Special Democracy (SD) com tema “Escolhi ser Diferente”. Com dezenas de participantes eleitos pelos grupos e organizações parceiras envolvidas na iniciativa, a PASEC organizou uma vez mais aquela que e uma das suas atividades mais marcantes, desta vez em versão internacional com o envolvimento direto de países de língua oficial portuguesa (Brasil, Angola e Cabo Verde). Para além destes estiveram ainda envolvidos Itália e Polónia que participaram diretamente no Simpósio Europeu do projeto Special Democracy que culminou com a Rota “Na Rua pela Diferença”, iniciativa organizada em simultâneo nos 3 países.

Tendo como base a Educação para a Diferença, a Assembleia abordou vários temas base: O desemprego e oportunidades dos Cidadãos Portadores de Deficiência; Os refugiados; Viver na Rua; Violência no Namoro; A falta de qualidade no Ensino; e o Analfabetismo.

Durante a abertura oficial da AIJ 2013/Simpósio Europeu SD, o Sr. Diretor do Instituto Português do Desporto e Juventude, Dr. Manuel Barros, acentuou o trabalho impar da PASEC na área da inclusão juvenil à escala internacional, o Vereador da Juventude do Município de Famalicão, Dr. Mário Passos, ressalvou as oportunidades que a PASEC gera para os jovens com quem opera e do Vereador da Educação e Empreendorismo do Município de Famalicão, Dr. Leonel Rocha, acentuou a importância da Educação Não Formal como complemento formativo essencial para os jovens.

A AIJ 2013/Simpósio Europeu teve dois momentos. Na penúltima semana de Dezembro 2013 teve lugar a Rota “Na Rua pela Diferença - Difference in the Streets Route” com o envolvimento dos grupos de jovens e adultos com necessidades especiais através de espetáculos e workshop’s artísticos. Na última semana de Dezembro teve lugar a AIJ 2013. No total foi possível chegar a mais de 1700 jovens com todos os eventos projetados, sendo que mais de uma centena tinha necessidades educativas especiais. Estas iniciativas foram apoiadas pelo Programa Juventude em Ação da União Europeia.